Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




One day at a time

por Jorge Ribeiro Mendonça, em 07.11.14

Na terça-feira passada, realizaram-se as eleições intercalares dos Estados Unidos que ditaram uma forte vitória do Partido Republicano. Foi uma vitória que deu ao Partido Republicano a maioria no Congresso e no Senado o que representa uma alteração fundamental de forças entre Congresso, Senado e Administração.

A primeira ideia que ressalta é a de que longe vão os tempos em que Obama foi erigido como o salvador do Mundo e do reconhecimento por aquilo que ainda não tinha feito mas podia vir a fazer. Hoje é um Presidente desgastado e sem brilho e o resultado é que vai ser obrigado a negociar com o Partido Republicano.

Teme-se, acima de tudo, que os EUA vejam bloqueada, entre outras, a sua política externa. As relações com a Europa - nomeadamente quanto à negociação do acordo de comércio livre -, o conflito crescente com a Rússia, a Síria entre outras preocupações sérias.

Obama pode estar preocupado com os próximos dois anos, mas certamente não será a política externa o cerne das suas preocupações. Independentemente da Administração americana os Estados Unidos têm uma visão consistente e coerente independentemente de quem tem assumido a Presidência. Há até alguns comentadores que vêm dizer que no que toca à política externa esta pode ser até a solução que Obama precisava, nomeadamente em matéria de negociação de acordos de livre comércio.

Se no plano externo não iremos sentir grandes mudanças, o mesmo não se poderá dizer do plano interno, onde Obama vai ver ainda mais bloqueada a sua ação política. A partir de agora a política reinante nos EUA vai certamente ser one day at a time.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:38